Antes que a luz do sol escureça

“Devemos fazer as obras daquele que me enviou enquanto é dia. A noite vem, quando ninguém pode trabalhar” (João 9:4).

Tudo o que te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças, pois na sepultura, para onde vais, não há obra, nem projetos, nem conhecimento, nem sabedoria alguma” (Eclesiastes 9:10).

Esta reflexão semanal é para você, jovem, moço, adulto, idoso, que sente que ainda é muito cedo para viver as coisas de DEUS. É para você que prefere se deleitar com os terrores da noite a estar com a segurança que a luz do dia proporciona. Você talvez ainda não percebeu que o tempo lança uma tinta branca sobre os cabelos, encurta a memória e torna flácida a matéria. Você não observou também que o seu mundo de infância (a mamãe ou a vovó chamando para tomar banho, as partidas diárias de futebol ou as brincadeiras com as bonecas, as idas aos parques, os colegas) foi substituído pelo mundo do trabalho, dos afazeres, das duras responsabilidades, da solidão e das dores. Mas você ainda prefere abrir a boca para afirmar que terá todo tempo pela frente para fazer o que lhe apraz… Se você é uma dessas pessoas que não prestaram atenção que a luz do seu sol está quase se apagando e que a noite virá com toda a voracidade, por favor, leia atentamente o que tenho para lhe dizer. Não são palavras de nenhum religioso, aficionado por denominações religiosas; mas de um homem como você, trabalhador, simples, que enxerga a transitoriedade do tempo e ouve a voz sublime de DEUS com as promessas para a sua vida. Se você quer saber como o tempo corre à velocidade da luz, tente abrir a porta da geladeira antes da luz se acender. Certa vez o escritor francês, Marcel Proust, disse “que os dias talvez sejam iguais para um relógio, mas não para o homem”. A vida é assim: comparada a um crepúsculo que avança para a declinação da tarde até se encontrar com o vazio da noite.

Como o tempo de nossa existência é muito breve, necessitamos de ser sábios para aproveitar bem cada hora que passa. Tudo gira em torno de uma trilogia essencial: início, meio e fim, como nos indicam as palavras do apóstolo Paulo: “Combati o bom combate; acabei a carreira, guardei a fé. Desde agora a coroa da justiça me está guardada” (2 Timóteo 4:7-8). Paulo parecia ter plena consciência da importância de se aproveitar bem o tempo de sua existência, vivendo para o Senhor JESUS. Ele nos mostra que a vida é cercada de combates, lutas, obstáculos, muitos dos quais dificílimos; porém, a vocação de sermos dignos, honestos, soldados resistentes, usando como escudo a Palavra de Salvação, garante-nos uma carreira de vitória (“a coroa da justiça me está guardada”). Observe que o servo fiel afirma que houve um tempo para cumprir uma missão que lhe foi atribuída; e que esse tempo havia passado. Se formos pensar quanto tempo passamos sem conhecer o Deus das obras, ignorantes, e assim sem poder cumprir a jornada que Cristo nos reservou nesse mundo, vamos imaginar que muitos foram os dias perdidos.

Andávamos sempre à noite como filhos das trevas. Trevas significam distância de Deus, sob o império de satanás e seus anjos: ”pois outrora éreis trevas, mas agora sois luz no Senhor” (Efésios 5:8); “mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis às grandezas daquele que vos chamou das trevas para sua maravilhosa luz” (1 Pedro 2:9); “que nos tirou do poder das trevas, e nos transportou para o reino do Filho do seu amor” (Colossenses 1:13). Além do mais, na cidade celestial, na qual almejamos um dia estar, a nova Jerusalém, não há previsão de noite: “as suas portas não se fecharão de dia, e noite ali não haverá” (Apocalipse 21:25). Éramos como cegos a caminho da ribanceira na eterna escuridão. Não compreendíamos nada acerca do mundo espiritual. Mas houve salvação para nós. Deus nos chamou a seu tempo e nos entregou à graça do Seu Filho JESUS CRISTO, arrancando-nos as escamas que cobriam nossos olhos e livrando-nos de todos os perigos que assolam a noite: “Ele te cobrirá com as suas penas, e debaixo das suas asas estarás seguro; a sua fidelidade será seu escudo e broquel. Não temerás o terror noturno, nem a seta que voa de dia, nem peste que anda na escuridão (…)” (Salmos 91:4-6). Os Filhos de Deus são considerados filhos da Luz, portanto, andam de dia e são protegidos por DEUS. Porém, quando insistimos em andar de noite tropeçamos, caímos e nos revestimos outra vez de todas as ameaças de morte: “Jesus disse: não há doze horas no dia? Se alguém andar de dia, não tropeça, pois vê a luz deste mundo. É quando anda de noite que tropeça, pois não tem luz” (João 11:9-10). São constantes as referências ao termo “noite” na Sagrada Escritura; e tais não representam necessariamente o período do dia em que o sol se põe e a escuridão se abre como um tapete no céu. A palavra “noite” é uma simples analogia ao mundo das trevas. Assim, os que nas trevas vivem são os encarcerados pelos seus próprios desejos e cujos olhos ainda não descortinaram o brilho transformador de DEUS. São “cegos” de olhos abertos. Quanto a nós, que somos guiados pelo Espírito de DEUS, é necessário que tenhamos “reservas espirituais” para os dias de escuridão que se levantam ferozmente, uma vez que são gigantes os perigos para quem tem que caminhar rumo ao Reino dos Céus. Nosso Senhor nos livra de todos; mas cada degrau na escalada da salvação representa um aprendizado espiritual, um treinamento para o crescimento da nova criatura: “pois me livraste de toda a angústia, e os meus olhos viram a ruína dos meus inimigos” (Salmos 54:7). Como pessoas transformadas não podemos caminhar iguais àqueles que ainda vivem na escuridão. Por isso, aproveitar bem o tempo é tão importante para os verdadeiros cristãos. Veja o que a Bíblia nos orienta: “Ensina-nos a contar os nossos dias de tal maneira que alcancemos coração sábio” (Salmos 90:12). No livro de Eclesiastes também está escrito: “Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais venhas a dizer: não tenho neles contentamento; antes que se escureçam o sol, a luz, a lua e as estrelas, e tornem a vir as nuvens depois da chuva” (12:1-2). Não devemos esperar pelo amanhã para cumprirmos a vontade de DEUS: “Estai de sobreaviso! Vigiai (e orai)! Não sabeis quando será o tempo (da volta de Jesus) (…) Portanto, vigiai porque não sabeis quando virá o senhor da casa; se à tarde, se à meia-noite, se ao cantar do galo, se pela manhã. Se ele vier inesperadamente, não vos encontre dormindo” (Marcos 13:33, 35 e 36). Se você ainda não descobriu qual o tempo de cada propósito de DEUS para a sua vida e acredita que será moço saudável por todo tempo… Antes que a luz do sol escureça… Sim, chegará o momento em que os seus olhos não verão como viam na mocidade. Os seus braços ficarão fracos e tremerão no seu corpo curvo. E a cama pela manhã, tão gostosa no tempo da mocidade, ficará incômoda. Você terá medo de andar por não enxergar o caminho direito e precisará que alguém lhe estenda as mãos para atravessar a rua. Num domingo desses, comovi-me com o depoimento de minha amiga e irmã em Cristo, Maria Andréa. Encontrei-a casualmente na Internet. Em 1995, ela sofreu um grave acidente no cérebro quando ia assistir aulas na universidade. Andréa se destacava pelas notas altas que obtinha no curso de Letras. De uma hora para outra, teve que abandonar tudo; além também de ser abandonada por alguns que diziam lhe amar. Teve sua vida salva por JESUS e o seu cotidiano se resumia à casa e à igreja, aonde chegou a exercer atividades na secretaria. Perguntei-lhe como estava na igreja e se estava recebendo as reflexões. Foi com muita tristeza que ela me informou que as seqüelas físicas já impediam-na de ir à Casa de DEUS e de realizar leituras da Bíblia. Alguns irmãos na fé ou parentes, quando podem, realizam algumas leituras para ela. Hoje, moça aos 28 anos, assiste, imóvel, ao tempo se esvair lentamente e o céu se fechar em negras nuvens. Sua maior vontade é poder passar as últimas horas de sua existência adorando ao Senhor no Altar Sagrado, debruçada sobre o véu de Sua Santa Palavra. Entretanto, Andréa sabe, mais do que ninguém, que a sua vida fora adquirida pelo Sangue de JESUS. Contraditoriamente, naquele mesmo domingo eu não fora à igreja sob o pretexto das chuvas que caíam sobre a minha cidade… Quantos de nós aproveitamos mal o tempo que nos é dado por DEUS com falsas desculpas e com obras infrutíferas desse mundo?

Antes que a luz do sol escureça e não seja descoberta a vergonha de nossa nudez, arrependamo-nos, enquanto há tempo, pelos maus frutos produzidos e pelos bons que deixaram de nascer, pois a Palavra de DEUS diz: “lembra-te, pois, do que recebeste e ouviste, e guarda-o, e arrepende-te. Mas se não vigiares, virei sobre ti como um ladrão, e não saberás a que hora sobre ti virei” (Apocalipse 3:3); façamos uma auto-análise e vejamos, se Cristo voltasse hoje, se estaríamos prontos a recebê-lO: “Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a Palavra da verdade” (2 Timóteo 2:15). Por fim, caminhemos firmemente como se fossem os nossos últimos passos aqui na terra. Depois, oremos a DEUS como se derradeira fosse a nossa oração: “Querido PAI, escrevi essa reflexão como se fosse a minha última. Não sei se essa é a Tua vontade, mas ficarei feliz por conservar em mim motivações puras. E faz comigo como fizeste com Ezequias: recua o sol em dez graus à sombra do relógio de minha existência, pelos quais já declinou (ref. Isaías 38:8), para que eu viva mais na Tua Santa presença e me confirma a cada dia o selo da salvação eterna, antes que a luz do sol escureça sobre o meu viver. É o que eu Te peço e já Te agradeço, no Nome Santo e Maravilhoso de JESUS. Amém!!”.

FERNANDO CÉSAR – Professor, Escritor, palestrante e evangelista pernambucano. Autor dos livros “NÃO MUDE DE RELIGIÃO: MUDE DE VIDA!” e “PÓDIO DA GRAÇA”.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s