Basta uma Palavra

“(…) Dize, porém, uma palavra, e o meu servo será curado”.(Lucas 7:7).

Uma vez JESUS caminhava por uma região conhecida como Cafarnaum. Logo que soube da presença do Filho de DEUS, um homem, que comandava cem soldados, seguiu ao encontro de JESUS. O motivo era uma grande enfermidade, à beira da morte, pela qual passava um dos seus criados. Alegando não ser digno de receber JESUS CRISTO em sua casa, o centurião, embora muito distante onde se encontrava o enfermo, clamou a JESUS que enviasse apenas uma palavra, “pois eu também sou homem sob autoridade, tenho soldados às minhas ordens. Digo a este: Vai, e ele vai; e a outro: Vem, e ele vem. Digo ao meu criado: faze isto, e ele o faz. Ouvindo isto, admirou-se Jesus, e disse aos que o seguiam: em verdade vos digo que nem mesmo em Israel encontrei tanta fé” (Mateus 8: 9-10) (grifo nosso). Certamente esse é o maior exemplo de fé existente no Novo Testamento. E o que essa passagem desse centurião nos ensina para a nossa vida?

Em primeiro lugar, é preciso reconhecer o poder e a autoridade de JESUS. E crer de todo coração. Para crer em JESUS não é necessário ser uma pessoa justificada pelo Sangue do Cordeiro. O centurião era um dos que viviam debaixo da religiosidade judaica, e não era convertido à essência cristã. Qualquer pessoa pode ter fé, mas não é toda a pessoa que direciona corretamente a sua fé. A fé é possível para todas as pessoas, mas não é garantia de salvação. Muitas pessoas possuem grande fé, mas não estão salvas. Fé para alcançar algum objetivo, uma cura, um emprego, uma determinada conquista; mas não para obter a salvação por meio de CRISTO JESUS. Por outro lado, há cristãos, ou seja, pessoas cujos pecados são justificados em JESUS e que não possuem uma grande fé para obter algum milagre. A fé também tem que estar de acordo com os propósitos de DEUS. O centurião não era convertido, mas, segundo JESUS, possuía maior fé do que aqueles que faziam parte da Casa de Israel. Outras pessoas religiosas têm grande fé, porém errada. São pessoas cujas religiões ensinam a ter fé em vacas, em astros, em santos, padroeiros, enfim em pessoas e coisas sem vida. Muitas vezes conquistam seus objetivos; não pela fé que tiveram, mas pela misericórdia e pelos planos de DEUS na vida dessas pessoas. Uma pessoa pode pedir algo em nome de Maomé, de Buda, de um desses “santos” ou “senhoras” da igreja católica romana, assim como também pode crer e pedir a uma pedra, a um astro, a uma planta; entretanto se o pedido estiver nos projetos de DEUS a Graça será alcançada. É DEUS quem realiza e o Único capaz de interceder por nós é o Seu Filho, JESUS CRISTO, que ressuscitou e vive para sempre. O centurião creu no poder e na autoridade do Senhor JESUS CRISTO. Observe atentamente a presença do “também” no versículo acima citado. Muitas pessoas, pela fé, desejam receber as bênçãos de DEUS, mas, devido às suas religiosidades, rejeitam o DEUS das bênçãos. Outro detalhe importante nessa passagem bíblica é que o centurião creu que não era preciso JESUS ir até o local onde estava o criado enfermo, entrar na sua casa e tocá-lo. Uma palavra, apenas uma palavra do Verbo da Vida seria suficiente para que o doente ficasse são. Hoje em dia há pessoas que se agarram em todo o tipo de misticismo para obter alguma cura; confiam muito mais nos homens, no ver, no tocar, do que na Palavra Viva. JESUS é a própria Palavra. E onde essa Palavra entra há curas e transformação: “(…) Que palavra é esta que até aos espíritos imundos manda com autoridade e poder e eles saem?” (Lucas 4:36); “Enviou uma palavra, e os sarou; livrou—os da destruição” (Salmos 107:20); “Envia o seu mandamento à terra; a sua palavra corre velozmente” (Salmos 147:15); “(…) Sobre tua palavra lançarei as redes” (Lucas 5:5); “Vós já estais limpos por causa da palavra que vos tenho falado” (João 15:3); “No princípio era o Verbo (a Palavra), e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus” (João 1:1); “Vi o céu aberto, e apareceu um cavalo branco. O seu cavaleiro chama-se Fiel e Verdadeiro, e julga e peleja com justiça. Os seus olhos eram como chama de fogo, e sobre a sua cabeça havia muitos diademas. Ele tinha um nome escrito, que ninguém sabia senão ele mesmo. Estava vestido com um manto salpicado de sangue, e o nome pelo qual se chama é o Verbo (a Palavra) de Deus” (Apocalipse 19: 11-13).

Onde a Palavra entra os demônios são expulsos; há a verdadeira Paz; portas de emprego são abertas; não há depressão, angústia, solidão; doenças desaparecem; paralíticos andam; cegos enxergam; mortos são ressuscitados; trevas se convertem em luz. Basta uma Palavra e essa Palavra é JESUS. As pessoas precisam crer, de todo o coração, nessa Palavra. JESUS disse: “(…) Em verdade vos digo que, se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: passa daqui para acolá, e ele passará. Nada vos será impossível” (Mateus 17:20). Noutra ocasião, Tiago escreveu sobre como obter sabedoria: “Peça-a, porém, com fé, não duvidando, porque aquele que duvida é semelhante à onda do mar, impelida e agitada pelo vento. Não pense tal homem que receberá do Senhor coisa alguma; homem vacilante que é e inconstante em todos os seus caminhos” (Tiago 1: 6-8). Está aqui a razão pela qual muitos deixam de alcançar as bênçãos de DEUS. A fé pouca, a incredulidade e a fé errada contribuem para o insucesso das pessoas em suas caminhadas. Repense como está a sua fé em DEUS. Em tudo, entregue e deixe na dependência do Senhor JESUS. Pela fé, receba em sua vida a Palavra que é JESUS. A Palavra será o Espírito Santo de DEUS que descerá sobre a sua vida; e assim você passará a ser um instrumento com poder e autoridade por onde sairá a Palavra de cura e de salvação. A Palavra hoje é condicionada ao crer e não ao ver. No livro de Hebreus está escrito: “Ora, a fé é a certeza das coisas que se esperam, e a prova das coisas que não se vêem”; “Ora, sem fé é impossível agradar a Deus, porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam” (Hebreus 11:1 e 6). Nesse aspecto, o centurião agradou plenamente. Basta uma palavra apenas e a sua vida será totalmente transformada.

FERNANDO CÉSAR – Escritor, autor dos livros “Não Mude de religião: mude de vida!”, “Pódio da Graça” e “Antes que a Luz do Sol escureça”. Também é líder do Ministério Interdenominacional Recuperando Famílias para Cristo.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Basta uma Palavra

  1. Verdadeiramente és um Ministro do Evangélio, que diminua tu e cresças desmedidamente o Senhor em ti.

  2. Erika disse:

    A Paz do Senhor esteja contigo.

    Parabéns por tão sábias palavras. Só o poder do Espírito Santo para dar tanta sabedoria.
    Oro á Deus para continuar derramando sobre sua vida o poder do Espírito Santo, para que continues a escrever tão profundas reflexões.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s