Segundo casamento: o que Deus diz a respeito?

“Eu vos digo, porém, que qualquer que repudiar sua mulher, não sendo por causa de fornicação, e casar com outra, comete adultério; e o que casar com a repudiada também comete adultério”.  (Mateus 19:9)

 

O estudo que você lerá agora certamente mudará a sua vida. Ele não nasceu do meu coração nem da minha vontade, mas me foi revelado diretamente pelo Espírito Santo de DEUS. Leia-o atentamente, ore, aplique-o ao seu coração.

Toda a igreja sabe que o diabo só vem para matar, roubar e destruir. Essas três funcionalidades do inimigo de nossas almas estão transcritas no Evangelho de João, capítulo 10, versículo 10. Mas a Palavra de DEUS também nos assegura outras características sutis de satanás. Por exemplo, afirma que ele é enganador e que, se possível for, enganará até os escolhidos de DEUS; que ele é mentiroso, pai da mentira, pois nunca se firmou na verdade; que ele se veste de anjo de luz e também de falsos mestres e pastores. Pois bem, é sobre essa característica de enganar no meio da igreja de DEUS e no seio da família, especialmente de uma nova família constituída a partir de um segundo casamento, que dissertarei à luz da Palavra de DEUS neste estudo.

Queridos, eu e você certamente crescemos ouvindo através de muitos líderes religiosos que só haveria uma possibilidade de divórcio autorizado por DEUS na Bíblia. Era exatamente quando um dos cônjuges traía, adulterava. E quase todos os líderes ensinaram durante muito tempo dessa forma, baseando-se no versículo de abertura deste texto. Sendo assim, se DEUS autorizava o divórcio, mesmo que apenas nesse caso específico de adultério, o mesmo DEUS abençoaria um novo casamento das partes envolvidas. Certo? Errado! Por causa desse ensinamento distorcido, dessa doutrina diabólica que se instalou no meio da igreja, que muitos, que se casaram e sofreram com o mal do adultério em seus casamentos, buscaram o divórcio e consequentemente um segundo matrimônio, achando eles ter DEUS parte nesse negócio. Continuam nas igrejas, mas vivem em pecado. Louvam a DEUS, oram, muitos até pregam nos púlpitos e são elevados a cargos e a títulos, ceiam, dizimam, pensam ser salvos nessa situação em que vivem, mas expressamente o Espírito de DEUS está longe, aborrece-se com suas atitudes. Observe o que está escrito em Apocalipse: “Mas, quanto aos medrosos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos adúlteros, e aos feiticeiros, e aos idólatras, e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre, que é a segunda morte” (21:8) (grifo meu). Nessa lista de tipos de pessoas perdidas, que serão condenadas ao inferno, encontramos os adúlteros. Mas quem seriam estes? O que, na verdade, é o adultério? Adultério (do grego MOICHOS) é o ato sexual de uma pessoa casada com outra que não seja o seu cônjuge. Adúlteros são, portanto, todas as pessoas casadas que traem seu cônjuge com um outro indivíduo. Voltando ao versículo de abertura de nosso estudo, vimos uma resposta de JESUS aos fariseus e escribas que tentavam testá-lo sobre o tema divórcio. Eles queriam a todo custo apanhar o Filho de DEUS em profunda contradição e terem, assim, como incriminá-lO. A prova é que JESUS fora interpelado diversas vezes por eles. Iniciaram-Lhe perguntando se era “lícito ao homem repudiar sua mulher por qualquer motivo?” (Mateus 19:3).  JESUS respondeu chamando-os atenção para o que havia no princípio, na gênese, na origem de tudo: “(…) macho e fêmea os fez” (vers. 4) para, no versículo 6 complementar: “Portanto o que Deus ajuntou não o separe o homem”. Insatisfeitos, quiseram pó-lO em contradição novamente, perguntando por que Moisés mandara dar carta de divórcio (vers. 7). A pergunta foi extremamente maliciosa, pois Moisés não havia dado essa ordem, mas permitido, regulamentado uma prática já existente na época para que a mulher repudiada não fosse ao mundo sem um documento nas mãos (a passagem a que se referiam os fariseus está em Deuteronômio 24:1-4): “(…) Moisés, por causa da dureza dos vossos corações, vos permitiu repudiar vossas mulheres; mas ao princípio não foi assim” (Mateus 19:8). Novamente, JESUS volta o olhar para o princípio de tudo. Pela segunda vez, ELE usa essa expressão: “no princípio não foi assim”. É como se dissesse aos fariseus, escribas, e nos ensinasse hoje: “voltem-se seus olhares para o começo de tudo, a Vontade de DEUS. ELE não é a favor que se separem nem muito menos deem carta de divórcio. Vejam como era no princípio”. E no versículo seguinte vem o grande mistério revelado por DEUS: “Eu vos digo, porém, que qualquer que repudiar sua mulher, não sendo por causa de fornicação, e casar com outra, comete adultério; e o que casar com a repudiada também comete adultério”.  (Mateus 19:9) (grifo meu).

O problema em questão é mais grave do que se parece. Quando os copistas e tradutores, ao longo do tempo, foram reformulando a Bíblia para várias linguagens, substituíram, em muitas edições, o termo FORNICAÇÃO para um outro que iria amparar, atenuar, suavizar a situação de muitos quem viviam irregularmente: PROSTITUIÇÃO ou ADULTÉRIO. Vamos, então, vê onde reside o problema.  FORNICAÇÃO (do grego PHORNOS) é o ato sexual de uma pessoa solteira. Prostituição é o ato libidinoso ou sexual a troco de alguma vantagem. No original consta PHORNOS e não outro termo qualquer. Essa alteração deu margem para que muitos pensassem que qualquer relação sexual ilícita (como o adultério, por exemplo) dava o aval para o divórcio. Mas DEUS não vai deixar ninguém na ignorância. Ninguém vai chegar diante do PAI e dizer, além de suas inúmeras desculpas e murmurações, que não sabia de nada. DEUS tem levantado pessoas neste tempo e revelado coisas profundas para que ninguém queira se eximir de possíveis culpas no Grande Dia. Hoje eu compreendo melhor quando JESUS disse que estreita é a porta que conduz à vida eterna. Hoje minha mente compreende perfeitamente a quem JESUS se referiu em Mateus 7:21-23. Ser crente pode até ser fácil (templos cheios, emocionalismo, falsas profecias etc). Ser salvo, entretanto, requer renúncia e obediência.

O que JESUS respondeu aos fariseus e escribas, em Mateus 19:9, foi que só há uma possibilidade de anulação do casamento (não de divórcio): quando um homem se casa com uma mulher crendo que ela é virgem e descobre, na verdade, que ela mentiu, não era mais virgem, ou seja, fornicou com algum namorado na época de solteira. E, ainda assim, JESUS deixa a possibilidade do perdão (lembram-se da mulher que foi pega em adultério e levada à presença de JESUS? O que prevaleceu ali não foi o perdão?). Enfim, em lugar nenhum da Bíblia, você encontrará apoio para o divórcio e para um segundo casamento. Temos que ter consciência de que, o que está por trás dessa polêmica do divórcio, é o desejo do diabo de destruir casamentos e famílias. E assim ele o faz até os dias de hoje. E assim o nosso DEUS permitiu. E assim muitos vivem hoje enganados e envolvidos pela astuta artimanha de satanás e seus demônios. É duro ter que ler sobre essa Verdade! O diabo, ao longo dos anos, tem feito de tudo para destruir os casamentos, testemunhados e abençoados por DEUS. Desde a prisão de maridos e esposas ao alcoolismo, drogas, violência, prostituição, até os cônjuges pensarem que não se amam mais. Quando uma pessoa se casa (independentemente se for cristã ou não) recebe a bênção de DEUS. O PAI envia a sua chuva sobre justos e injustos. A pessoa namora, noiva, marca o casamento, assina os papéis, escolhe seus amigos mais achegados, faz votos a DEUS no altar (“na alegria e na tristeza, na saúde e na doença”), promete que vai cuidar do outro até que a morte os separe, mas depois muda de ideia e quer voltar atrás. Você fez uma aliança com o Senhor, que foi a sua principal testemunha (Malaquias 2:14-16), deu a sua palavra, disse “SIM” no altar de DEUS e diante da igreja, para, tempo depois, querer desfazer tudo? Quem pode, depois de você se divorciar, confiar na sua palavra? Quem lhe daria crédito? Se você não foi fiel naquilo que prometeu ao seu marido e à sua esposa, como pode ser fiel a DEUS? Ora, Paulo escreveu que “a mulher está ligada ao marido enquanto ele vive; mas se o mesmo morrer, desobrigada ficará da lei conjugal. De sorte que será considerada adúltera se, vivendo o marido, unir-se a outro homem; porém, se morrer o marido, estará livre da lei e não será adúltera se contrair novas núpcias” (Romanos 7:2-3). Segundo casamento e abençoado por DEUS apenas se um dos cônjuges morrer. Somente. Todos os viúvos e viúvas que quiserem se casar de novo estão livres segundo a Vontade de DEUS. Fora esse caso, todo aquele que um dia se casou, separou-se, divorciou-se, contraiu novo matrimônio (com filhos e tudo) está no adultério e no erro (ainda que essa nova cerimônia tenha sido realizada em algum templo por algum líder).

“A aliança que cada pessoa casada traz em seu dedo é de ouro e circular, uma tipificação da sua durabilidade” (PINTO, Glycon e Ciro. Divórcio – Como resistir a este mal e conservar a estabilidade na família. Pág.78). Ela só será quebrada e desfeita, segundo a Vontade de DEUS, na morte de um dos cônjuges. Não adianta querer colocar outro fundamento acima do que está posto. Não adianta querer “tapar o sol com a peneira” e vir com argumentos piegas e frágeis como se quisesse convencer DEUS de que ELE errou ao testemunhar o casamento com seu primeiro marido ou esposa. Frases e argumentos que só irão trazer sérias consequências espirituais no futuro (releia Apocalipse 21:8). Quem tem ouvidos para ouvir, ouça! Se você se encontra atualmente nessa situação irregular, se quer mesmo agradar a DEUS, tome uma posição imediatamente, desfazendo-se do erro. DEUS está pronto e de braços abertos a te perdoar e a fazer tudo novo em sua vida. Pague o preço. A recompensa a essa obediência é a Glória de DEUS. Porque o Criador dos Céus e da terra não está nem um pouco interessado nas suas desculpas, choradeiras, pois ELE é Poderoso para fazer mover as águas, mudar o rumo, abrandá-las, transformá-las, desde que estejamos com um coração voltado e disposto a odedecê-lO. Que o Senhor JESUS nos abençoe!

 FERNANDO CÉSAR – Evangelista; escritor, autor dos livros NÃO MUDE DE RELIGIÃO: MUDE DE VIDA!, PÓDIO DA GRAÇA e ANTES QUE A LUZ DO SOL ESCUREÇA. É líder do Ministério Famílias para Cristo.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

4 respostas para Segundo casamento: o que Deus diz a respeito?

  1. Muito bem amado irmão e co-erdeiro, aqui estamos para tecermos comentários relacionados com o mundo ecesiástico.

    Parabéns pelas poderosas inspirações dadas pelo Espírito Santo da Verdade.
    A graça e a Paz do Senhor Jesus!
    Pr. Francisco Bezerra.

  2. nilson disse:

    PR.FERNANDO ESTOU PASSANDO UMA SINTUAÇÃO COMPLICADA EU ESTOU NO MEU SEGUNDO CASAMENTO O PRIMEIRO MINHA ESPOSA SE CASOU COM OUTRO RAPAZ DEPOIS QUE ELA ME TRAIU PASSEI 3 ANOS ORANDO POR ELA E DEPOIS ELA PEDIU O DIRVOCIO E MEU PASTOR NAQUELA EPOCA DISSE PARA ME CASAR DE NOVO HOJE ESTOU NO SEGUNDO CASAMENTO ESTOU A 3 MESE SEPARADO SERA QUE A CONSEQUECIA DO PRIMEIRO PASTOR EU NAO SABIA NINGUEM NUNCA TINHA ME FALADO SE EU SOB-SE NAO TINHA ME CASADO DE NOVO E HOJE EU VEJO COMO E IMPORTANTE UM CASAMENTO E TENHO LUTADO POR ESSE SEGUNDO ORADO POR ELA FALOU QUE NAO ME VER MAS COMO SEU MARIDO QUE NAO ME AMA OK EU FAÇO PASTOR AGORA QUANDO ME CASEI COM A PRIMEIRA AGENTE ERA SO JUNTO DEPOIS QUE EU ME CONVERTI QUE NOS CASAMOS ELA NAO QUERIA MAS AGENTE JA TINHA UM FILHO DE UM ANO ESSA SEGUNDA NAO EU CONHECI ELA NA IGREJA PASSAMOS 3 ANOS NOS CONHECENDO DEPOIS NOS CASAMOS COM UM CERTINHO NOS SEPARAMOS OK O SENHOR ME DIZ PASTOR MANDE UMA RESPOSTA PARA MEU IMAIL ESTOU CONFUSO AGORA ME AJUDE.

  3. Ana Lopes disse:

    eu posso me casar novamente mas no civil, já que casei no religioso?

  4. Eliane Martins disse:

    paz!!
    li sua materia achei interesante o que o senhor disse na palavra
    mais tenho amigas queo marido traiu e o senhor acha que elas tem que ficar na servidão
    ela machucada pele tempestade da diforcia e ela tem que viver numa solitaria !!
    sem direito a felicidade????

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s