À imagem e à semelhança de Deus

“Sabemos que todas as coisas concorrem para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito. Pois os que dantes conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos” (Romanos 8:28-29).

 

Quando nos deparamos com o texto acima, especialmente o versículo 28, alegramo-nos o nosso coração ao imaginarmos que nada coopera para o nosso mal, ou seja, que tudo o que acontece em nossa vida resulta em frutos bons para nós. Porém, há dois detalhes que merecem ser considerados no contexto abrangendo os dois versículos. Primeiramente, que Paulo se dirige aos cristãos convertidos pelo Espírito de DEUS, instalados na igreja de Roma. Se você reler o versículo 7 do primeiro capítulo, comprovará que toda a sua Epístola destina-se a um público específico: “A todos os que estais em Roma, amados de Deus, chamados para ser santos: Graça e paz da parte de Deus nosso Pai e Senhor Jesus Cristo”. É claro que em Roma havia muitos outros que ainda não tinham confessado JESUS CRISTO como Senhor e Salvador de suas vidas. Não era para estes que Paulo se referia. Apenas aos convertidos, aos crentes em JESUS. Segundo ponto, e no qual vamos ocupar todo o nosso estudo, diz, em outras palavras, que tudo (inclusive as tempestades, os dias maus, as tribulações) colabora para a felicidade, para o bem, para o crescimento daqueles que amam a DEUS, que possuem um propósito no coração do PAI, e que foram destinados antes a serem imagem e semelhança de JESUS CRISTO. Observe que não é muito proveitoso ler o versículo 28 isoladamente, se não temos vida com DEUS e se não expressamos em nosso testemunho sermos a imagem e a semelhança dELE.

Em vias contrárias, o apóstolo também afirma que nenhum bem existe na vida daqueles que ainda não entregaram sua vida a JESUS CRISTO, daqueles que ainda não vivem segundo a imagem e semelhança de DEUS. Imagem e semelhança são termos correlatos e significam olharmos para o espelho e vermos CRISTO em nós; sermos parecidos com JESUS nas atitudes. Havia uma preocupação de Paulo com as igrejas cristãs daquele tempo no sentido de que ele sabia que muitos de vida dupla, convencidos e não convertidos, estavam entre os salvos, adorando, orando, contaminando as vestes dos cristãos. Nenhum bem, portanto, contribuía na vida dessas pessoas, falsas convertidas.

Se olharmos atentamente para outras Cartas veremos essa verdade: “três vezes fui açoitado com varas, uma vez fui apedrejado, três vezes sofri naufrágio, uma noite e um dia passei no abismo; em viagens muitas vezes, em perigos de rios, em perigos de assaltantes, em perigos entre patrícios, em perigos dos gentios, em perigos na cidade, em perigos no deserto, em perigos no mar, em perigos entre os falsos irmãos” (2 Coríntios 11:25-26); “nem mesmo Tito, que estava comigo, sendo grego, foi constrangido a circuncidar-se. E isto por causa dos falsos irmãos que se entremeteram com o fim de espreitar a nossa liberdade que temos em Cristo Jesus, para reduzir-nos à escravidão” (Gálatas 2:3-4) (grifos nossos). O próprio JESUS CRISTO havia advertido sobre a presença perigosa dessas pessoas introduzidas no meio do povo de DEUS: “Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até nós vestidos como ovelhas, mas interiormente são lobos devoradores” (Mateus 7:15); “e surgirão muitos falsos profetas e enganarão a muitos” (Mateus 24:11); “porque surgirão falsos cristos e falsos profetas e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganarão até os escolhidos” (Mateus 24:24). Você também pode conferir as mesmas advertências em 2 Pedro 2:1 e 1 João 4:1.

A bem da verdade, a principal característica daquele que possui a imagem e a semelhança de DEUS está em seu testemunho, não em sua aparência exterior nem em seus discursos bonitos. Todos ao seu redor o reconhecem imediatamente como uma pessoa temente a Palavra Perfeita, respeitam-no, admiram-no, e outros até criticam-no. Esse cristão está exatamente inserido nas bem-aventuranças ditas por JESUS em Mateus 5:3-12. Ele não contribui para o fracasso nem para o pecado do próximo. Antes, anima-o, exorta-o, tem a doce e preciosa palavra plantada em seu coração. Ele não cria escândalos sociais, públicos, usando o nome de JESUS; não se inclina à natureza carnal, não é dado à lascívia nem à prostituição, à mentira nem a tudo aquilo que aborrece o Espírito de DEUS. Quando peca, chora e se arrepende, clama, pede perdão, e também sente grande prazer e facilidade em perdoar o outro.

Aquele que tem a imagem e a semelhança de DEUS não coloca obstáculos para obedecer a vontade do PAI, pois o mesmo CRISTO se fez homem por obediência e para morrer na cruz em nosso lugar. É por isso que se diz que ser cristão é carregar as marcas de CRISTO em nós. Em JESUS, o ser humano recupera o estado inicial de comunhão com DEUS que havia perdido com o pecado no Éden: “E disse Deus: façamos o homem à nossa imagem, conforme à nossa semelhança…” (Gênesis 1:26).

Um certo homem orava tanto, procurava tanto a presença de DEUS, ter intimidade com o PAI que, de tanto buscar a Sua Santa presença, passou a se parecer com JESUS. Uma vez quando bateu palmas em uma residência para anunciar as Boas Novas, alguém olha da janela e comenta dentro de casa: “vejam: este homem tem a imagem e a semelhança de JESUS!”

Recordo-me também de um fato, no mínimo, curioso, acontecido em um trabalho de evangelização realizado em Alhandra, interior paraibano. Uma mulher passou diante de sua vizinha evangélica e a cumprimentou com a Paz do Senhor Jesus. Saudou-a e entrou em sua casa. Não demorou muito, ouviam-se gritos na casa daquela mulher, pornografias, xingamentos, agressões de toda natureza e tudo mais que aborrece o Espírito de DEUS. Quando a mesma se retirou de sua residência, a sua amiga então lhe perguntou: “foi com esta paz que a irmã me cumprimentou?” Aquela mulher certamente não possuía o Espírito Santo em sua vida, pois não O expressava em seu dia-a-dia, mas apenas vivia religiosamente, com frases feitas e marcadas.

Paulo, pelo Nome de JESUS, sofreu as maiores dificuldades que um homem poderia passar, mas em tudo, ele obteve vitória, porque de fato, pelo testemunho dele, todas as coisas, as piores possíveis, contribuíram para o seu bem: “como está escrito: por amor de ti somos entregues à morte o dia todo; fomos considerados como ovelhas para o matadouro. Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou. Pois estou certo de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as potestades, nem o presente, nem o porvir, nem a altura, nem a profundidade, nem alguma outra criatura nos poderá separar do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor” (Romanos 8:36-39).

É hora de pensarmos se a nossa vida de fato está escondida em CRISTO JESUS. Se somos cristãos de verdade, imagem e semelhança de DEUS, ou se somos apenas convencidos de que um dia iremos entrar no Céu, na Glória de DEUS. É tempo de arrependimento, mudança verdadeira de vida, de fazermos a Luz de CRISTO resplandecer em nós. JESUS disse: “Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no Reino dos céus” (Mateus 5:20) (grifo meu).

Dedico este estudo à minha querida irmã em CRISTO, Andréa Duarte, um exemplo de vida cristã a ser seguido, imitado. Uma pessoa que carrega em si a imagem e a semelhança de DEUS, e assim, tudo tem concorrido para o seu bem, porque ocupa o seu tempo com as coisas que são do Alto, escondidas no Reino do PAI. Eu vejo CRISTO na vida dela. Andréa, continue a ser esse exemplo maravilhoso em nossos dias, tão carentes de pessoas apaixonadas por JESUS e com vida em santidade como a sua. Louvo a DEUS pela sua existência!

FERNANDO CÉSAR – Escritor, autor dos livros “Não Mude de religião: mude de vida!”, “Pódio da Graça”; “Antes que a Luz do Sol escureça” e da coleção “Destrua o divórcio antes que ele destrua seu casamento”, “Destrua o adultério antes que ele destrua seu casamento”, “Destrua a insubmissão antes que ela destrua seu casamento”. Também é líder do Ministério Famílias para Cristo.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s