“Se Mara Maravilha pode, eu também posso”

“Sede também meus imitadores, irmãos, e tende cuidado, segundo o exemplo que tendes em nós, pelos os que assim andam” (Filipenses 3:17)

 

É de nos deixar estarrecidos a quantidade de igrejas cristãs nos dias de hoje que deixaram a doutrina apostólica de lado, empoeirada, e a substituíram por métodos de puro entusiasmo. Em tempos de crises, e com a grande necessidade de expandir o nome de CRISTO através de abertura de templos, ficou mais fácil só ensinar prosperidade financeira e profissional, busca na área amorosa, curas e coisas afins. Não que isso seja ruim para a nossa vida, mas que não deve ser a nossa prioridade. O nosso alvo maior é agradar a CRISTO, obedecê-LO, renunciar a nossa vontade, conhecer o conjunto de ensinamentos que JESUS pediu que aplicássemos em nossas vidas. As outras coisas nos serão acrescentadas. Quem busca ser cristão sem a doutrina da renúncia e da obediência tende a definhar espiritualmente e a sucumbir com o passar do tempo. Portanto, quero desde já dizer aos queridos irmãos que amo a doutrina de CRISTO em primeiro lugar e a ela procuro entregar a minha vida no dia-a-dia.

Ontem, eu estava em casa assistindo a um programa de notícias na TV quando, no intervalo, vi que a cantora gospel Mara Maravilha ia ser homenageada pelo programa Super Pop, da Rede TV. Confesso que não suporto tal programa. Mas como a homenageada seria uma serva de DEUS, animei-me a assisti-lo. Logo no início, a apresentadora chamou convidados que fariam perguntas a Mara. Dentre eles, havia um ator chamado Fernando que, em princípio, mesmo antes da cantora entrar no palco, deixou bem claro que, por ele, Mara Maravilha deixaria de ser evangélica (ela foi transformada por DEUS desde 1995), pois em suas entrevistas ela só falava em JESUS, como se a carreira artística secular dela (do passado) deixasse de fazer parte da sua biografia. Mais adiante esse mesmo ator confessou crer em DEUS, mas não na Bíblia Sagrada.

Conversa vai, conversa vem, e bem depois da cantora ter entrado no palco, inevitavelmente perguntaram sobre a sua vida sentimental. Para minha surpresa, Mara afirmou que havia se divorciado do seu marido, Paulo Lima, com quem foi casada durante 9 anos. Ficaram 2 anos separados e o divórcio saiu em outubro de 2008. Em seguida, Mara conheceu um dentista, com quem se casou novamente em 2010. A festa de casamento, com direito a bolo, véu e grinalda, foi registrada por alguns setores da imprensa do Brasil. Ela afirmou aos presentes estar muito feliz, que aquele homem, com quem se casara pela segunda vez, era o presente de DEUS para a sua vida. Foi quando o ator, aquele mesmo que disse não crer na Bíblia Sagrada, interrogou-a se o fato de ter se divorciado não contrariava os princípios cristãos que ela proferia, pois ele aprendera que casamento era um só. Fiquei estupefato com aquela pergunta, em especial, tratando-se de uma pessoa não-evangélica e que desconsidera a Bíblia Sagrada. Como Mara iria se sair de tamanho embaraço? Ela respondeu que “Moisés, no Antigo Testamento, permitiu a carta de divórcio…” e nada mais. Ou seja, se Moisés permitiu à época da Lei a carta de repúdio, pela dureza do coração humano, então Mara também se viu no direito de viver sua vida cristã por essa permissão. É exatamente aqui o quanto percebo que algumas igrejas cristãs estão menosprezando a santa doutrina apostólica.

Certa vez, JESUS, após responder a uma provocação dos fariseus e dos saduceus, que Lhe pediram um sinal, o Filho de DEUS alertou aos seus discípulos: “então, compreenderam que não dissera que se guardassem do fermento do pão, mas da doutrina dos fariseus” (Mateus 16:12) (grifo meu). A doutrina de DEUS era totalmente contrária à doutrina dos fariseus. A doutrina cristã é contra o divórcio e o segundo casamento de divorciados: “Todavia, aos casados, mando, não eu mas o Senhor, que a mulher não se separe do marido. Se, porém, se separar, que fique sem se casar, ou que se reconcilie com o marido. E que o marido não deixe a mulher” (1 Coríntios 7:10-11); “A mulher casada está ligada pela lei enquanto seu marido vive. Mas se falecer o marido, fica livre para se casar com quem quiser, contanto que seja no Senhor” (1 Coríntios 7:39); “a mulher está ligada ao marido enquanto ele vive; mas se o mesmo morrer, desobrigada ficará da lei conjugal. De sorte que será considerada adúltera se, vivendo o marido, unir-se a outro homem; porém, se morrer o marido, estará livre da lei e não será adúltera se contrair novas núpcias” (Romanos 7:2-3). A doutrina dos fariseus defende as separações e os divórcios: “Moises, por causa da dureza dos vossos corações, vos permitiu repudiar as vossas mulheres. Mas no princípio não foi assim” (Mateus 19:8) (grifo meu). Observe sobre a expressão em destaque, o que o apóstolo Paulo escreveu: “Portanto, digo isto, e testifico no Senhor, para que não andeis mais como andam os gentios, na vaidade do seu pensamento, entenebrecidos no entendimento, separados da vida de Deus pela ignorância que há neles, pela dureza do seu coração. Tendo-se tornado insensíveis, entregaram-se à dissolução para, com avidez, cometerem toda sorte de impureza (adultério). Mas vós não aprendestes assim a Cristo, se é que o ouvistes, e nele fostes ensinados, conforme é a verdade em Jesus” (Efésios 4:17-21) (grifo meu). Que palavra maravilhosa essa escrita por Paulo aos cristãos congregados em Éfeso! Falou forte e diretamente aos nossos corações! Será que você realmente foi ensinado na doutrina de CRISTO?

Enquanto os fariseus se dão às separações e aos repúdios, JESUS ordena: “aquilo que DEUS uniu não separe o homem” (Mateus 19:6). JESUS jamais se divorcia da sua noiva, igreja santa, sem rugas nem mácula, ainda que esta igreja venha a abandoná-LO. Todos os cristãos já foram libertos do pecado e do jugo da velha aliança e foram regenerados pelo Sangue derramado na cruz do calvário. Esta é a Boa Nova, a Nova e Perfeita Aliança, ainda que o diabo insista em pregar o contrário com a Bíblia e a Lei morta nas mãos.

Mara Maravilha, cujos louvores abençoam e muito a minha vida, demonstrou total ignorância quanto aos princípios da lei conjugal na Nova Aliança. E por isso, como a própria Bíblia afirma, está em adultério. Além de ter dado um péssimo testemunho, causou um enorme escândalo à igreja de DEUS (embora fale muito no Nome de JESUS), por ser uma pessoa pública e famosa. Imaginem quantos maridos e esposas divorciados, que estavam assistindo àquela programação, alegraram-se com o mau testemunho da cantora, pois encontraram um apoio forte para os seus erros! Imaginem também aqueles que, naquele momento, estavam pensando em se divorciarem dos seus cônjuges. Receberam da Mara um incentivo fundamental para cometerem tal pecado. Ou seja, “se Mara Maravilha, que é uma pessoa cristã, influente, pode, eu também posso”. Mas o apóstolo Paulo disse: Sede também meus imitadores, irmãos, e tende cuidado, segundo o exemplo que tendes em nós, pelos os que assim andam” (Filipenses 3:17). Prefiramos então em imitar Paulo de Tarso que, por amor a CRISTO, pagou um altíssimo preço da obediência.

Curiosa e contraditoriamente, Mara lançou há pouco tempo o CD “Novo Coração” (Line Records), onde ela canta, em uma das faixas, a belíssima canção “Restaura minha Casa”, com Regis Danese.

Por fim, quero dizer a minha amada irmã Eliemary Silva da Silveira que maravilhoso é renunciar a nós mesmos para obedecer a DEUS. Maravilhoso é perseverar na sã doutrina, é conhecer e aplicar à vida aquilo que JESUS nos ensinou. Porque, do contrário, seremos como os fariseus, hipócritas, sepulcros caiados, separados de DEUS, impiedosos, desobedientes, tão inteligentes na Lei, mas sem nenhum testemunho de vida. E assim como JESUS perdoou a mulher adúltera e mandou que ela se desfizesse do erro, o mesmo JESUS deixa a oportunidade também para toda mulher e homem que desejam abandonar o pecado e encontrarem NELE o perdão e a Graça salvadora. A partir de hoje, minha amada irmã Mara, você estará presente em minhas orações. Que DEUS tenha misericórdia de nós!

FERNANDO CÉSAR – Escritor, autor dos livros “Não Mude de religião: mude de vida!”, “Pódio da Graça”; “Antes que a Luz do Sol escureça” e da coleção “Destrua o divórcio antes que ele destrua seu casamento”, “Destrua o adultério antes que ele destrua seu casamento”, “Destrua a insubmissão antes que ela destrua seu casamento”. Também é líder do Ministério Famílias para Cristo.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

2 respostas para “Se Mara Maravilha pode, eu também posso”

  1. Vanilda daCruz Rodrigues disse:

    EStou muito feliz em receber essa mensagem.
    Ontem eu queria ssistir,mas meu esposo muda de canal toda hora e eu acabei ido dormir,pis não gosto do programa da Luciana ,ela é muito polemica concernente as coisas de Deus.
    Pastor para ir conversar com ela e seus convidados sobre algum tema polemico,tem que estar com a vida bem consagrada mesmo pois ela pega pesado.
    Amei também um que vocês me enviaram ontem,e Deus me respondeu poderosamente através da mensagem.
    Agradeço todo carinho que vocês tem em enviar essas mensagens para mim.
    Um abraço a todos.
    Fiquem na paz.

  2. gizele de bona speck disse:

    oi sou gizele e quero a restauraçao do meu casamento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s