As bênçãos sempre vêm

“Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, o qual nos abençoou com todas as bênçãos espirituais nas regiões celestiais em Cristo” (Efésios 1:3).

Uma senhora passou parte de sua vida em propósito de oração a DEUS por determinado pedido. Foram anos e anos de oração e espera. Para surpresa de alguns parentes, ela morreu sem alcançar a bênção que desejava e nem ao menos ouvir de DEUS alguma resposta. Esse fato nos faz pensar na possibilidade de não sermos ouvidos nem abençoados pelo PAI.

Nem tudo o que pedimos a DEUS é agradável para nós. O apóstolo Tiago escreveu: “Pedis e não recebeis porque pedis mal para o gastardes em vossos deleites” (4:3). Muitas vezes pedimos errado e, assim, não somos atendidos. Se o SENHOR não nos abençoa no propósito que pedimos, dessa forma muito mais somos abençoados. O ‘NÃO’ de DEUS tem o mesmo valor que o ‘SIM’: tudo é bênção. Assim como o silêncio do PAI também é bênção para os Seus filhos amados. De sorte que, de uma forma ou de outra, Nosso SENHOR está sempre nos abençoando, embora essas bênçãos não necessariamente sejam visíveis aos nossos olhos.

O texto acima fala que somos (os nascidos de novo) abençoados “com todas as bênçãos espirituais”; ou seja, recebemos, em princípio, bênçãos que não merecíamos, e não as vemos porque são espirituais. A primeira dessas bênçãos espirituais, a que se refere o apóstolo Paulo, consiste em eliminar todas as nossas dívidas e nos redimir pelo Sangue do Seu Filho. No versículo 7 do mesmo capítulo acima está escrito: “Nele temos a redenção pelo seu sangue, segundo as riquezas da sua graça”. A segunda bênção foi ter sido recebido por DEUS como filhos amados, incorporados à Sua família Santa. Os versículos 5 e 6 afirmam: “nos predestinou para sermos filhos de adoção por Jesus Cristo, para si mesmo, segundo o beneplácito da sua vontade, para louvor e glória da sua graça, a qual nos deu gratuitamente no Amado”.  Sobre a constituição dessa família, Abraão recebera de DEUS a revelação: “farei de ti uma grande nação, e te abençoarei, e te engrandecerei o nome, e tu serás uma bênção” (Gênesis 12:2).  A terceira bênção espiritual é termos o privilégio de caminharmos no mundo sem sermos do mundo; ou seja, temos a garantia de morada celestial: “estando nós ainda mortos em nossos delitos, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvo), e nos ressuscitou juntamente com ele, e nos fez assentar nas regiões celestiais, em Cristo Jesus” (Efésios 2:5-6). Assim, aprendemos que não existe maior bênção do que ter uma vida em CRISTO JESUS.

A palavra bênção vem do latim ‘benedictione’ (sofreu outras variações arcaicas e antigas) e significa “Graça divina”. Não existe bênção, dessa maneira, que não proceda de DEUS. É até redundante afirmar: “que DEUS te abençoe”, pois somente nEle podemos ser abençoados. O diabo não pode abençoar ninguém, pois é desprovido da Graça, sentenciado e amaldiçoado. Outro detalhe: quando alguém afirma “eu te abençoo” tem que haver o complemento “em Nome de JESUS” para que a bênção seja exclusiva para a Glória de DEUS. Só pode abençoar em Nome de JESUS quem traz consigo o Espírito Santo de DEUS, ou seja, quem nasceu de novo. Saiba também que DEUS nos abençoa com bênçãos materiais. Então vamos aprender na Bíblia Sagrada alguns ensinamentos de como sermos abençoados materialmente.

1) Precisamos buscar o DEUS das bênçãos sem nos preocuparmos com as Suas bênçãos, mas crendo que a Fidelidade dEle em nossas vidas é suficiente para alcançarmos aquilo de que necessitamos. Aquele que serve a DEUS para ser abençoado materialmente não está O servindo com integridade e, logo, vê as suas perspectivas e os seus interesses religiosos frustrados. Muitos, por não verem cumpridos os seus interesses, afastam-se da Casa de DEUS e do Seu Caminho. Devemos adorar a DEUS pelo o que ELE é e não pelo o que ELE tem. Dois textos retratam perfeitamente esse ensinamento: “Mas buscai primeiro o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas (o comer, o beber e o vestir) vos serão acrescentadas” (Mateus 6:33); e “Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade” (João 4:24).

2) Quem deseja receber bênçãos materiais precisa estar preparado para perdê-las. A vida do servo Jó sempre será um perfeito exemplo disso: “Nu saí do ventre de minha mãe, e nu tornarei para lá. O Senhor o deu e o Senhor o tomou; bendito seja o nome do Senhor” (Jó 1: 21). O final da história de Jó é surpreendente: “Assim abençoou o Senhor o último estado de Jó mais do que o primeiro. Jó veio a ter quatorze mil ovelhas, seis mil carneiros, mil juntas de bois e mil jumentas. Também teve sete filhos e três filhas” (Jó 42: 12-13). O apóstolo Paulo foi outro fiel exemplo a ser seguido: “Sei passar necessidade, e também sei ter abundância. Em toda maneira, e em todas as coisas aprendi tanto a ter fartura, como a ter fome, tanto a ter abundância, como a padecer necessidade” (Filipenses 4:12).

3) Outra característica de quem quer ser abençoado materialmente é que todas as bênçãos materiais devem ser para Glória e para o louvor do Nome de DEUS. Muitas vezes recebemos algo de DEUS e utilizamos mal: o emprego, o salário, o carro, o computador, o televisor, o aparelho de som, o telefone, a roupa e até o relacionamento amoroso. Já imaginou quantas vezes deixamos de servir a DEUS com as bênçãos que ELE nos deu para servir ao mundo ou a vontade da nossa carne? Olha o que diz a Santa Palavra: “A terra que embebe a chuva que muitas vezes cai sobre ela, e produz erva proveitosa por aqueles por quem é lavrada, recebe a bênção da parte de Deus” (Hebreus 6:7). Aquele que faz serviço das bênçãos para a Glória do PAI recebe outras multiplicadas.

4) As bênçãos materiais de DEUS não vêm por meio das obrigações cerimoniais da Antiga Aliança, tais como: guardar os sábados, sacrifícios de animais, dízimos ou quaisquer outros mandamentos da Lei de Moisés. Muitos líderes, por exemplo, apóiam-se, equivocadamente, em Malaquias 3:10 (“Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa, e depois fazei prova de mim, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar sobre vós uma bênção tal, que dela vos advenha a maior abastança”) para prometer aos membros prosperidade material. Malaquias viveu no mesmo tempo que Neemias. Era judeu e pregava para os judeus as coisas concernentes à lei de Moisés. Ele exortava ao povo a viver em obediência a essa lei. Hoje, vivemos redimidos pela Graça do Nosso Senhor JESUS CRISTO. Lembre-se: a cédula de dívida (barreira para a lei) que havia em nós foi eliminada na cruz do calvário. Além disso, o texto citado se refere em “abrir as janelas do céu” para derramar uma “bênção tal”. Do céu não cairão carros, casas, empregos, roupas etc. como retribuição ao dízimo dado. A “bênção tal” seria espiritual e se reportava ao descendente de Abraão que estava por vir; no caso, JESUS CRISTO. A pregação errada causa no povo uma grande ansiedade em adquirir as riquezas desse mundo, as necessidades dessa vida, quando JESUS nos ensinou que devemos olhar para o Seu reino, sem nos preocuparmos com as coisas dessa vida.

E que tipo de bênçãos pedimos a DEUS e não recebemos? Tudo o que estiver ao nosso alcance, ou seja, aquilo que o PAI nos capacitou para conquistarmos. Por exemplo: eu posso pedir a DEUS que me abençoe em determinado concurso, mas não seria sábio pedir que ELE aplique de forma sobrenatural todos os conteúdos programáticos em minha mente, pois o PAI já colocou ao meu dispor todas as ferramentas para que eu possa estudar (livros, bibliotecas, internet, disposição). Uma esposa pode pedir a DEUS que a ajude a ser sábia, mas os ingredientes da sabedoria e da submissão bíblicas estão disponíveis no Livro Sagrado. Quem lê os encontrará. Algumas bênçãos que eu posso pedir e certamente irei encontrar: mais fé, mais sabedoria para obedecer a Palavra, capacidade para discernir melhor o que é de DEUS e o que é do maligno, mais amor ao próximo. Um cônjuge pode pedir a DEUS pela restauração do seu casamento que se encontra destruído, pela libertação da esposa ou do marido. Esse é um pedido que está no coração de DEUS, mas que só o Espírito Santo pode fazer. E se eu não tenho o poder de libertar ninguém por mim mesmo, o melhor é orar e esperar com paciência no Senhor. Veja: esperar. Esperar significa não querer interferir no agir do PAI. “Pedis e não recebeis porque pedis mal”, escreveu o apóstolo. Quer receber tudo o que pedir a DEUS? Peça com sabedoria e as janelas do céu se abrirão sobre a sua vida.

Devido a falsas teorias teológicas é que muitos templos estão repletos de pessoas doentes espiritualmente, servindo a DEUS por causa do interesse material que guardam no coração. Quando são disciplinados por causa dos fracassos não conseguem manter-se firme por muito tempo nem viver a plenitude do Evangelho, pois a mente e o coração estão comprometidos com a cobiça. E por se sentirem tão fracos, terminam por desistir da caminhada. E nem os líderes descobrem a verdadeira causa. Observe o que está escrito: “Portanto, se fostes ressuscitados com Cristo, buscai as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à destra de Deus. Pensai nas coisas que são de cima, e não nas que são da terra. Pois morrestes e a vossa vida está oculta com Cristo em Deus” (Colossenses 3: 1-3).

Amado, a partir de hoje faça prova correta de DEUS. Busque as milhares de bênçãos que ainda estão ocultas para você no reino dos céus. Procure viver exclusivamente para o “ser’ do que para o “ter”. Certo dia, DEUS disse a Moisés: “(…) Assim dirás aos filhos de Israel: EU SOU me enviou” (Êxodo 3:14). Quem “é” sem “ter” recebe do PAI o tesouro amável para se cobrir do frio e das tempestades: “clama a mim, e responder-te-ei, e anunciar-te-ei coisas grandes e ocultas, que não sabes” (Jeremias 33:3). Amém, Senhor JESUS!!!

FERNANDO CÉSAR – Escritor, autor dos livros “Não Mude de religião: mude de vida!”, “Pódio da Graça”; “Antes que a Luz do Sol escureça” e da coleção “Destrua o divórcio antes que ele destrua seu casamento”, “Destrua o adultério antes que ele destrua seu casamento”, “Destrua a insubmissão antes que ela destrua seu casamento”. Também é líder do Ministério Famílias para Cristo.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

2 respostas para As bênçãos sempre vêm

  1. Michelle Melo disse:

    A Paz do Senhor, Pr. Fernando,

    Muito Linda esta mensagem e muito edificante! Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia. Deus é mesmo nosso refúgio e usa pessoas para nos ajudar em nosso deserto.
    Tive a oportunidade de conversar com o Pr. Fernando e Ele como homem de Deus, e através do Espirito Santo me mostrou a brecha e onde o inimigo está agindo em minha vida e qual área preciso ser trabalhada, estou pedindo a Deus graças e forças, e que o Senhor me ajude a ser uma mulher sábia, porque a mulher sábia edifica a sua casa, e que eu possa alcançar esta graça e desfrutar plenamente das bençãos do Senhor.
    E que Deus continue lhe abençoando, para que você possa está sempre guiando outras pessoas, assim como você tem me ajudado. Que Deus me guie neste meu deserto sei que ainda tenho muito a ser mudada.

  2. Polyana disse:

    Concordo plenamente com a irmã Michelle, devemos fechar as brechas para que satanás não entre….

    Em nome de Jesus, peço que Ele me dê forças para que eu possa ser mudada e moldada, segundo o coração de Deus….

    Amém…..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s