A fé do tamanho de um grão de mostarda

“(…) Se tivésseis fé como um grão de mostarda, diríeis a esta amoreira: dasarraiga-te daqui e planta-te no mar, e ela vos obedeceria” (Lucas 17:6).

O grão de mostarda é citado em toda a Bíblia Sagrada apenas cinco vezes. Todas as citações aparecem somente nos evangelhos de Mateus, Marcos e Lucas e saíram diretamente da boca de JESUS. ELE as citou fundamentalmente para compará-lo a duas coisas muitíssimo importantes: ao Reino de DEUS e à fé.

Se fôssemos colocar esse grão na palma de uma de nossas mãos, teríamos dificuldade de enxergá-lo, de tão pequeno que é, tornando-se quase imperceptível, do tamanho de um cisco. Aliás, o próprio evangelho de Marcos refere-se a ele como “a menor de todas as sementes que há na terra” (Marcos 4:31). Porém, apesar de tão minúsculo, apresenta duas particularidades, no mínimo, curiosas: quando germina se torna uma árvore que pode alcançar os 5 metros de altura. Outra curiosidade: após ser enterrado, ele passa 1 ou 2 dias sem nada acontecer. Se você tentar abrir a terra, verá que o grão estará com uma aparência totalmente apodrecida, sem vida, e achará que nada brotará dali. Mas é preciso que isso aconteça para que ele possa brotar e se transformar em uma árvore grande e forte. Não foi à toa que JESUS se lembrou dessa “insignificante” semente.

O Filho de DEUS não exigia que os seus apóstolos tivessem uma fé do tamanho da Dele, mas uma fé do tamanho de um grão de mostarda, que era o menor do mundo. ELE os garantiu que, se lançassem uma fé minúscula sobre o impossível, colheriam grandes resultados. Certa vez, um homem foi se queixar a JESUS porque havia levado o seu filho epiléptico, que sofria muito por isso, à presença de alguns apóstolos, e eles nada fizeram. Então, depois de JESUS ter expulsado o demônio que habitava naquele garoto, os apóstolos foram questioná-LO porque eles não tinham obtido êxito. “Jesus lhes respondeu: por causa da vossa pequena fé. Em verdade vos digo que, se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: passa daqui para acolá, e ele passará. Nada vos será impossível” (Mateus 17:20). Ora, percebemos que a pequena fé dos apóstolos era inferior ao tamanho de uma semente de mostarda.

Esse versículo traz uma promessa muito poderosa aos filhos de DEUS na atualidade. JESUS nos garantiu que se tivermos fé do tamanho de um grão de mostarda, tudo o que pedirmos alcançaremos. Concluímos que a fé de muitos hoje em dia está igual ou menor que a fé que os apóstolos tiveram quando tentaram repreender o demônio do menino. Não conseguiram. Muitos, hoje, também não conseguirão. FÉ é acreditar primeiramente que a Palavra de DEUS é verdadeira e ela se cumpre. Segundo ponto é lançar a Palavra sobre as impossibilidades da vida. JESUS, ao ver que não havia frutos em uma figueira, desferiu-lhe estas palavras: “(…) Nunca mais nasça fruto de ti. E a figueira secou imediatamente. Quando os discípulos viram isto, perguntaram espantados: como secou imediatamente a figueira? Jesus respondeu: em verdade vos digo que, se tiverdes fé e não duvidardes, não só fareis o que foi feito a figueira, mas até se a este monte disserdes: ergue-te e precipita-te no mar, assim será feito” (Mateus 21:19-21) (grifo meu). Muitas vezes dizemos que temos alguma fé, mas duvidamos em nosso coração, especialmente quando circunstâncias adversas acontecem. Basta algo ruim acontecer e logo expressamos a dúvida através das lágrimas, das palavras, dos gestos. Observe que a fé de JESUS foi lançada também sobre uma grande adversidade: a falta de frutos de uma figueira, no momento em que ELE sentia fome. Outra experiência marcante aconteceu quando o Filho de DEUS e seus discípulos estavam com ELE dentro de uma pequena embarcação em meio a ondas revoltas e perigosas. Mais uma situação de adversidade. Aqui eram as ondas que colocavam em risco a vida dos tripulantes. “Os seus discípulos, aproximaram-se, o despertaram, dizendo: Senhor, salva-nos! Estamos perecendo. Ele lhes disse: Por que temeis, homens de pouca fé? Então, levantou-se, repreendeu os ventos e o mar e seguiu-se grande bonança” (Mateus 8:25-26). Uma fé do tamanho do grão de mostarda lhes faltava mais uma vez…

Com grande fé, Josué ordenou que o sol se detivesse e a lua parasse. “E o sol se deteve, e a lua parou, até que o povo se vingasse dos seus inimigos. Não está escrito no Livro dos Justos? O sol se deteve no meio do céu, e não se apressou a pôr-se, quase um dia inteiro. Não houve dia semelhante a esse, nem antes nem depois dele, atendendo o Senhor assim à voz de um homem. Certamente o Senhor pelejava por Israel” (Josué 10:13-14). Josué não era um homem diferente de nós em sua natureza física. Era um ser limitado, pecador, como qualquer ser humano. Mas ele tinha algo que fazia a diferença entre os filhos de Israel, a fé, e por isso DEUS o levantou para substituir Moisés e herdar a terra prometida.

No Novo Testamento, o maior exemplo de fé não partiu dos seguidores escolhidos de JESUS, aqueles, em particular, que ouviram do próprio JESUS os Seus ensinamentos e testemunharam os Seus grandes prodígios. O maior testemunho de fé veio de um gentio, chefe de cem soldados, cujo criado jazia em casa muito doente com paralisia. Quando JESUS afirmou que iria até a casa dele curar o jovem paralítico, o centurião Lhe respondeu: “(…) Senhor, não sou digno de receber-te sob o meu teto, mas dize somente uma palavra e o meu criado ficará são. Pois eu também sou homem sob autoridade, tenho soldados às minhas ordens. Digo a este: vai, e ele vai; e a outro: vem, e ele vem. Digo ao meu criado: faze isto, e ele o faz. Ouvindo isto, admirou-se Jesus, e disse aos que o seguiam: em verdade vos digo que nem mesmo em Israel, encontrei tanta fé” (Mateus 8:8-10) (grifo meu). JESUS mostrou aos seus apóstolos que uma pessoa de fora, um gentio, expressou uma fé que ELE nunca encontrou no meio dos seus seguidores. É essa fé que JESUS também espera encontrar em você e em mim. Havia enorme adversidade na vida daquele centurião. Mas ele não olhou para as circunstâncias. Antes, saiu de casa decidido a ir ter com JESUS e a pedir-Lhe apenas uma palavra para que o seu criado fosse curado. Imagine se ele ficasse em casa chorando, se lamentando pela situação triste do seu criado, ou tentando resolver o problema pelas suas próprias mãos…

Há situações que ao ser humano são impossíveis de serem realizadas: casos perdidos de doenças pela medicina; conversão de algum parente; restauração de casamentos; batalha espiritual etc. Essas adversidades acontecem para que possamos colocar em prática uma fé igual ou maior que o grão de mostarda, repito, a menor semente do mundo. Observe bem o que está escrito no livro aos Hebreus: “Ora sem fé é impossível agradar a Deus, porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que Ele existe, e que é galardoador dos que O buscam” (11:6). A palavra galardoador representa aquele que presenteia alguém com galardão, que quer dizer prêmio, algo que é dado a quem perseverou em busca de alguma causa. Por exemplo, o prêmio de quem persevera em santidade, procurando agradar a DEUS, é a salvação da alma. Assim também é para qualquer propósito humano que esteja no coração do PAI. Um filho de DEUS só deixa de obter a bênção em apenas duas situações: 1) se não tiver uma fé, pelo menos, do tamanho do grão de mostarda; 2) se o que desejar não for do agrado de DEUS (por exemplo, pedir que DEUS restaure um adultério; ou um relacionamento entre um cristão e um ímpio; pedir para ganhar em jogos de loteria etc). Se essas duas coisas estiverem perfeitas, o galardão é certo.

Outra importante característica de quem deseja alcançar alguma bênção é não duvidar no coração, não recuar. Ainda no livro aos Hebreus está escrito: “Mas o meu justo viverá da fé. E se ele recuar, a minha alma não tem prazer nele” (Hebreus 10:38). O apóstolo Tiago também mostrou o caminho àqueles que necessitam da fé para alcançar a sabedoria: “Peça-a, porém, com fé, não duvidando, porque aquele que duvida é semelhante à onda do mar, impelida e agitada pelo vento. Não pense tal homem que receberá do Senhor alguma coisa; homem vacilante que é e inconstante em todos os seus caminhos” (Tiago 1:6-8). A dúvida lança desconfiança à grandeza e à soberania de DEUS. Quem pede algo e duvida no coração é como se jogasse a incerteza sobre o Poder de DEUS. E isso DEUS abomina.

JESUS em todo o tempo em que aqui esteve como homem pregou o arrependimento, fez diversos milagres, mas fitou o Seu olhar para a fé das pessoas, especialmente daquelas que O seguiam. Por isso, é comum encontrarmos na Bíblia expressões tipo “homens de pequena fé”, referindo-se aos discípulos, ou “a tua fé te salvou” àquelas pessoas mais humildes que iam a Sua procura muitas vezes em busca de uma cura para alguma enfermidade física. A principal justificativa para a falta de fé está no fato de não se debruçar na Palavra de DEUS. Quando lemos e muito ouvimos DEUS através da Sua Palavra, recebemos uma injeção de fé e passamos a fazer prova das promessas nela contidas. Mas, nos últimos séculos, de tanto se multiplicarem as iniquidades, o pecado desenfreado no meio do povo, entre as nações, o amor para ler e meditar na Bíblia Sagrada está se esfriando cada vez mais. Consequentemente, a fé de muitos também está infinitamente menor que um grão de mostarda. “(…) Quando, porém, vier o Filho do Homem, porventura, achará fé na terra?” (Lucas 18:8).

Antes de dobrar os seus joelhos para conversar com DEUS, leia as promessas que ELE fez para a sua vida através da Bíblia Sagrada. Quanto mais leitura, mais fé você terá. Aplique cada promessa em seu coração para, só assim, entrar na presença de DEUS, com grande fé, pedindo tudo o que ELE prometeu a você. Peça, crendo de todo coração que a bênção já foi liberada, que DEUS é fiel para fazer cumprir tudo o que prometeu. Ainda que seus olhos naturais não vejam, não permita que a sua fé seja reduzida a um tamanho menor que a semente de mostarda. Pedindo com uma fé maior que esse minúsculo grão, você será muito abençoado (a) e alcançará bênçãos grandiosas. Porque, não se esqueça, DEUS te fez mais que vencedor em CRISTO JESUS! Essa é uma promessa apenas para os que têm fé. Que DEUS nos abençoe!

FERNANDO CÉSAR – Escritor, autor dos livros “Não Mude de religião: mude de vida!”, “Pódio da Graça”; “Antes que a Luz do Sol escureça” e da coleção “Destrua o divórcio antes que ele destrua seu casamento”, “Destrua o adultério antes que ele destrua seu casamento”, “Destrua a insubmissão antes que ela destrua seu casamento”. Também é líder do Ministério Famílias para Cristo.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

6 respostas para A fé do tamanho de um grão de mostarda

  1. Eracly disse:

    Fernando, obrigada por você continuar se deixando usar como vaso de honra nas mãos do Senhor, mesmo em meio às adversidades que, creio eu, não são poucas, pois esse ministério incomoda as fortalezas do inferno.
    Tenho orado por você, pois só em lutar pela conversão do meu esposo e restauração do meu casamento eu e tantos outros, na mesma situação, já somos afrontados, imagina você que se coloca na brecha por tantas famílias e vidas que, em geral voce nem conhece. QUE DEUS EM CRISTO JESUS TE ABENÇOE. Obrigada por mais esta palavra.

  2. ILMA disse:

    Fernando, peço ao Senhor que continue te abençoando ricamente, por você ser um vaso nas mãos do oleiro
    para ajudar tantas famílias destruídas. Esse foi mesmo um estudo de grande valor e importância para a minha vida.
    Abraços.

  3. Iara disse:

    Muito bonito o texto e profundo! Há momentos que minha fé fica menor que o grão de mostarda, mas tenho tentado orar pedindo a Deus que aumente minha fé.
    Fernando, Deus o abençoe! Estarei orando por vc.
    Fique na paz.

  4. Denise Barros da Silva disse:

    Deus te usa!!!Glórias a Deus!!

  5. Maria Regina Beal Goncçalves disse:

    DEUS O ABENÇÕE RICAMENTE IRMÃO FERNANDO POR ENVIAR TEXTOS TÃO ABENÇOADOS , RICOS EM BENÇÃOS E SABEDORIA , O SALMO 40 EU LEIO SEMPRE TBM O SALMO 91 ORO MUITO E CREIO MUITO EM DEUS E SEUS ENSINAMENTOS TEM ME ABENÇOADO TODO DIA
    TRES SEGREDOS DA VITÓRIA , OBRIGADO POR ME ENVIAR ESTE ESTUDO COMO TODOS OS OUTROS FOI DE MUITO VALOR PRA MIM
    AMÉMMMMMMM EM NOME DE JESUS DEUS SEJA LOUVADO … AMÉMMM
    ORO MUITO POR TI TBM PARA QUE DEUS CONTINUE LHE INSTRUINDO A AJUDAR MUITAS PESSOAS E ESTEJA AO SEU LADO TE AJUDANDO TBM
    FORTE ABRAÇO FICA COM DEUS

  6. RHAY RIBEIRO disse:

    BOA TARDE PR. FERNANDO!!
    OBRIGADO PELAS PALAVRAS MILAGROSAS QUE FORAM USADAS NESSE TEXTO.EM MEIOS A TANTA TURBULÊNCIA,AS VEZES ME PEGO MEIA SEM FÉ.
    SEI QUE O MEU DEUS ESTÁ COMIGO,E QUE NAO DESAMPARARÁ JAMAIS. PEÇO AO SENHOR TODOS OS DIAS PRA MEA LIVRARDAS TENTAÇOES MUNDANAS. UM FORTE ABRAÇO E FIQUE SEMPRE NA PRESENÇA DO SENHOR.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s